22 de jan de 2012

Leitores sobrecarregados!

Com o meu retorno pro blog, a volta da rotina de blogueiro e bookaholic compulsivo, percebi o quanto eu estava desatualizado. Livros que esperava ansiosamente já se encontram à venda, outros que nem no Brasil esperava ver tão cedo já foram anunciados e a minha pilha de leitura está lotada. Entrei em desespero. É muita informação para um cérebro só. Respirei e comecei a visitar os blogs que eu curto para me atualizar (como Garota It, Livros e Bolinhos, por exemplo) e reparei na quantidade de lançamentos: muitos títulos em um só mês. É de enlouquecer qualquer bookaholic!
Vejo muitos blogueiros (e leitores, claro) sempre falando do sobrecarga de livros que tem para ler, deixando muitos deles estressados e até com uma pontinha de desespero, afinal todos querem estar pro dentro das novidades, participando de clubes do livro com a história e todos os detalhes na ponta da língua, etc. No entanto o tempo não deixa, afinal, são muitos livros para ler em um curto espaço de tempo. Mas, é realmente necessário? Precisamos mesmo estar atados ao que é tendência de leitura do momento? Por exemplo: Fallen, um hit da Galera Record da Lauren Kate virou febre aqui no Brasil em 2010 e creio que praticamente todos os blogueiros já leram e resenharam. Todos, menos eu. E olha que eu tenho o livro aqui na minha estante desde dezembro de 2010. O fato é que eu ainda não tive aquele interesse forte de leitura nele, e acabo sempre adiando a leitura e coloco alguma obra de maior interesse na frente. Não que ele seja ruim, pelo contrário, foi muito elogiado, mas essas coisas acontecem.

Daí vem o julgamento pessoal de cada um. Escolher o que ler é algo pessoal e varia de pessoa pra pessoa. Nós, blogueiros, só apresentamos as oportunidades, ou até seguimos  alguns caminhos (leituras diversas) e mostramos se a viagem foi boa ou não (nas resenhas). Cabe ao leitor em geral perceber se quer ler algo que goste ou algo para ser aceito em um determinado grupo social. Desencanei. Lerei o que tenho compromisso em resenhar e também aquilo que realmente gosto. Pode perceber, que fazendo isso, a pilha de livros e o peso na consciência diminuem bastante.