17 de jan de 2011

E o Globo de Ouro?

Temporada de premiações é sempre uma alegria, não é mesmo? Tanto para os indicados e premiados como para nós, meros expectadores. Ficamos empolgados se aquele filme que nós gostamos tanto ou se aquele ator preferido irá ser indicado ou até mesmo vencer. Como muitos já sabem, o Globo de Ouro 2011 aconteceu ontem em Beverly Hills, EUA e como sempre eu estava de frente a TV até a premiação acabar, vendo todos os premiados, gente bonita e famosa, e as gafes que é de praxe. Bem, o resultado nem sempre agrada a todos, mas queria deixar minha singela opinião sobre os vencedores – porque a do Rubens Edward Filho ninguém merece, não é gente?!


A Rede Social – Como já era esperado, o filme foi premiado em quatro das seis categorias que concorreu: melhor trilha sonora, melhor roteiro, melhor direção e melhor filme de drama! Uhul! Vibrei muito com cada vitória, afinal eu vi o filme e a história de Mark Zuckerberg e Eduardo Saverin tem uma mensagem fascinante e muito intrigante, e claro, eu li o livro que deu origem ao filme e já resenhei aqui no blog.

Natalie Portman, de Cisne Negro – Bem, como estamos no Brasil (lançamentos atrasados!) e a minha internet é muuuito lenta, ainda na assisti ao filme. Como bom apreciador de trailers, vi alguns do filme e... nossa, é incrível! Sabe aquele drama de bailarinas que fazem de tudo para atingir o sucesso e acabam em profunda perturbação fazendo de usas vidas um thriller? Bem, é mais ou menos assim – só assistindo pra saber. E claro, uma das minhas atrizes favoritas, Natalie Portman venceu na categoria Melhor Atriz (drama). Curti.

Minhas Mães e meu Pai – Mais um filme que ainda não chegou por aqui, mas que já fez o maior sucesso por lá, sacou? Adorei o trailer e o elenco é bem bacana (Julianne, meu amor). Trata-se de um casal gay (Julliane Moore e Annette Bening – que venceu na categoria Melhor Atriz de comédia/musical) que tem dois filhos, frutos de uma inseminação artificial. Um deles resolve procurar o pai biológico, que doou esperma para ele ser concebido e aí, já viu né, a família vai ficando cada vez desestruturada com o “invasor” pai. Venceu na categoria Melhor Filme comédia/musical.


Glee – Acompanhava a série desde o comecinho, quando quase ninguém conhecia aqui no Brasil e curtia muito, somente. Após o boom nos EUA, a série passou a ganhar mais cuidado e qualidade, ficando cada vez melhor e o meu pai tirou a TV a cabo #fail. Fiquei em hiatus o ano de 2010 quase todo, estudando e sem tempo para ver a série ou baixar os episódios. Agora que estou voltando a assistir o final da 1° temporada e a TV a cabo voltou, yay! Merecido, Glee venceu em Melhor série de TV (comédia/musical) e Melhor Ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme, com Chris Colfer (o Kurt!) e a nossa diva Jane Lynch venceu em Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme. Merecido!

Toy Story 3 – PERFEITO E MERECIDO, of course! S2


Burlesque ganhando em canção original (que porcaria de filme FAIL, hein?) e Lea Michelle, Andrew Garfield, Jesse Eisenberg e Anne Hathaway não vencendo em suas categorias foram as decepções da festa, mas ano que vem tem mais. Tem mais coisa, mas é tanta que daria uns 5 posts. Obrigado a todos que leram, ufa!