29 de jan de 2011

[RESENHA] Doce Vampiro (Flynn Meaney)

A vida de um adolescente, como a maioria já sabe, vive ou já passou por isso, é cheia de imprevistos, situações embaraçosas e principalmente amadurecimento com uma pitada (ou às vezes uma grande quantidade) de rebeldia e loucura. Nascem no coração de cada um, conflitos os quais devem ser analisados, compreendidos e quem sabe, resolvidos. Esse processo de autoconhecimento, aceitação e descoberta é muitíssimo bem abordado em Doce Vampiro, de Flynn Meaney. Um livro que simplesmente... me surpreendeu.

A história não tem nada de complicado, aliás, é super simples e bem curiosa. Conhecemos Finbar Flame, um jovem de 16 anos que se enquadraria no perfil magro, pálido e gelado que consequentemente tem problemas em se relacionar com garotas, bem diferente de seu irmão gêmeo fraterno Luke, que se enquadra no inverso: forte, sarado e atlético. Um ímã para gatinhas; algo que Finbar sonha em ser, mas a genética não o favoreceu. E como reverter essa situação? Bem, nascer de novo não está em seus planos – então ele precisa ir à luta com o que tem, ou com o que lhe resta! Resolve virar um vampiro, mesmo que de mentirinha e passa a se aproveitar da cultuada febre jovem do século XXI (estuda muito pra isso, lendo muito Twilight e House Of Night!) e passa a fazer sucesso; como ele queria.

Finbar resolve agir como um vampiro, com muitos passando a acreditar nele e essa é a grande sacada do livro. Interessante, não? Primeiramente eu esperava uma leitura leve e descontraída, apenas. Mas a leitura foi ficando assim, porém mais adjetivos foram surgindo na minha mente como: divertida, empolgante e muito engraçada. Os personagens são muito bem desenvolvidos (a família de Finbar, com sua mãe neurótica, seu pai ‘normal’ e seu irmão perfeitinho/gente fina são hilários, daqueles que você com certeza reconheceriam em outras famílias) e a história me surpreendeu muito. A linguagem super atual, com referências de Miley Cyrus a The Hills, passando por Crepúsculo e True Blood são muito bem colocadas e são bem engraçadas! Em vários momentos (vários mesmo!) me peguei GARGALHANDO sozinho de frente pro livro, me identificando com Finbar e até com Luke.

É uma história moderna/atual, bem escrita, de muito bom gosto. O universo onde a história é contada pode ser encontrado ao nosso redor, como por exemplo: uma garota chamada Jenny, amiga de escola de Finbar que é fã de livros de vampiros – com certeza você conhece alguma não é verdade? Para um primeiro livro, a autora Elizabeth Meaney está de parabéns e já virei um fã! Fiquei impressionado que é uma autora e não um autor! Ela realmente sabe o que passa na cabeça dos garotos! Resumindo, com um final lindo, que com certeza não é piegas e sim arrebatador, Doce Vampiro está na minha lista de ‘orgulho em ter na minha prateleira’ e você não pode deixar de ler esse livro e receber toda a mensagem proposta que ele traz.

P.S.: O livro também aborda o bullying, que cada vez mais vem atingindo muitos jovens com problemas em se relacionar – e isso é muito interessante em ser abordado e comentado. E para os garotos: podem ler sem medo de se deparar com um ‘romance vampiresco’, certo? Aliás, nós garotos temos a obrigação de ler esse livro e compartilhar as experiencias vividas por Finbar nessa aventura de autodescoberta e aceitação.


9 comentários:

  1. Cara, sabe que eu tô louca pra ler esse livro? Todo mundo falando bem! E "Finbar" é um nome bem estranho ne? Hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Não sou fã de livro de vampiro ou como ele tentar agir como um do tipo, mas esse livro tenho vontade de ler sim! e "Finbar" é um nome lindo... vou colocar no meu filho =DDD

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro ainda! Já foi pra wishlist--que não para de crescer HAHAHA

    --
    Maeva
    Murphy's Library

    ResponderExcluir
  4. Parece ser bem legal! Mais uma indicação que vou aceitar. Vou ler sim.

    ResponderExcluir
  5. Como disse o André aí em cima, mais uma indicação que eu vou aceitar! Nunca me arrependo delas. Beijo

    ResponderExcluir
  6. Apesar de eu não ser muito fã de Livro a indicação foi Muito Boa indicação, História interessante.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, eu não sabia da existência desse livro! Me pareceu bastante interessante! Quero muito ler, vou atrás JÁ! Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  8. muuito interessante, fiquei com vontade de ler o livro !! deve ser muito bom... Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  9. Ponto pra autora que, além de conseguir escrever bem do pto de vista masculino, ainda agradou os meninos!

    ResponderExcluir