10 de dez de 2010

[RESENHA] Cidade dos Ossos, de Cassandra Clare

Enganam-se aqueles que comprarem este livro pensando em ler em uma bela e intensa história de amor. A capa com a nota de Stephenie Meyer dizendo que Jace, um dos personagens protagonistas de Cidade dos Ossos, é realmente o que ela espera de um final de semana (se é que me entendem) me deixou apreensivo. Verdade, eu não gosto da Saga Crepúsculo, mas isso não vem ao caso. Eu temia que o livro fosse um melodrama fantástico onde os atributos de Jace fossem explicitados por toda a história e que o fato dele ser um Caçador de Sombras fosse mero fetiche. Ainda bem, que isso não aconteceu. Cassandra Clare, autora da obra parece ter descoberto a verdadeira fórmula de um bom romance fantástico: cenas de ação de tirar o fôlego com doses muito bem aplicadas de romance e comédia. Sim, a comédia é muito importante para esse tipo de literatura – quem não gosta de ouvir o protagonista falar mal um demônio feio e sujo ou falar que as vampiras de vez em  quando são “gatinhas”?
De fato, Cidade dos Ossos, o volume um da série Os Instrumentos Mortais, parece muito com Harry Potter. Tudo o que você ouviu (ou leu) em algum lugar sobre a autora “copiar” toda a estrutura mitológica de HP está verdadeiro. Desde o início da história, quando um demônio capturado pelos caçadores diz que “Valentim está de volta”, pensei logo em Voldemort, juro – e isso foi na página 22 do livro. Cassandra, enrola mais um pouquinho vai, deixa a gente ser iludido pelo menos por um capítulo inteiro! Tirando esses detalhes tão explícitos não podemos dizer que Cassandra “plagiou” HP. A mitologia do livro é bem escrita e tem muitos detalhes bem diferentes da obra de J.K. Rowling. Fiquei impressionado com a história bem amarrada e os personagens surpreendentes (não é Alec?). Mais um ponto para a linguagem da autora, que faz de um livro super complicado mais palpável e fácil de entender. Gostei da trama, das cenas de ação, das piadas ácidas de Jace, vulgo “língua de demônio” (que garoto mais chato pra falar piadinhas, hein? Ganhou um fã!) e gostei de Clary – a protagonista. Uma garota comum com hábitos comuns se vê uma furacão de problemas de uma noite para outra e ela se mostra forte e determinada a proteger aqueles que ama. É traída, apanha de demônios e continua lá, firme. Acho que eu não conseguiria agüentar todos esses problemas que ela enfrenta. Resumindo, leiam Cidade dos Ossos e divirtam-se; mas uma recomendação: não leiam em 2, 3 dias! Leiam com calma absorvendo toda a história e reflitam no caráter de cada personagem – você com certeza vai se surpreender, como eu me surpreendi. E que venha o filme.

4 comentários:

  1. Também não gosto da saga Crepúsculo, mas isso não vem ao caso UASHUASHUAHS adorei a resenha *-* vou ganhar o livro de natal (espero!) e tinha ouvido muitas críticas negativas, mas a sua me deixou mais contente (: Ainda bem que não é uma história de amor com todo aquele drama e melação '-' Isso me irrita as vezes. Enfim, falei demais, adorei a resenha (:
    Beijos, Vanessa.

    ResponderExcluir
  2. Achei a história interessante e até pensei em ler mas QUE CAPA É ESSA?? Precisava ter um descamisado? Achei um total exagero, me dá vergonha alheia ler um livro com uma capa dessas --'

    Eu tam,bém andei pesquisando pelo "passado negro" da autora" e pelo que parece ela é odiada por meio mundo por causa das fan fics que ela fazia de Harry Potter :S

    CdO deve ter mesmo suas semelhanças com HP mas no final as pessoas avaliam positivamente. Juro que se não fosse essa capa eu pegaria pra ler, mas não dá :S

    ResponderExcluir
  3. Impressionada com a sua agilidade e dedicação a ler o livro em 6 dias.Li HP apenas o 1o, comecei a ler o 2o, mas me cansei. Talvez este, como você explicitou, trata mais sobre mitologia, seja um bom requisito para se ler.Achei a capa interessante, pois traz o aspecto físico, âmbito do mapa do corpo humano e a ligação energética do texto verbal e não verbal. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Felipe, ignore a capa, vc não vai se arrepender! É uma das melhores séries que eu já li! O Jace não faz nem um pouco o estilo "mocinho romântico" (que eu odeio!), eu ri mto com ele nesse livro!

    ResponderExcluir